MASIGNCLEAN101

Comandos para minerar com CPU no Ubuntu com a Minergate!


Começando o fim de semana de carnaval, compartilhando o código que tenho usado para mineração da Minergate usando a distribuição Linux Ubuntu. Seguem os comandos, basta executar um a um, observando potenciais erros. Testado e funcionando no Ubuntu 14.04, 14.10 e 15.04.

Primeiro instale as dependencias:
sudo apt-get update
sudo apt-get install
sudo apt-get install git
sudo apt-get install build-essential autotools-dev autoconf libcurl3 libcurl4-gnutls-dev
git clone https://github.com/OhGodAPet/cpuminer-multi
cd cpuminer-multi 
./autogen.sh
CFLAGS="-march=native" ./configure
make
sudo make install
O codigo a seguir é pra clonar o executavel do git:
wget https://raw.githubusercontent.com/marcusvinis/cpu/master/TEMPORIZA.sh
chmod +x TEMPORIZA.sh
wget https://raw.githubusercontent.com/marcusvinis/cpu/master/RESET.sh
Tenha atenção no comando que instala as bibliotecas build, no quarto comando das dependências, pois em alguns casos pode dar um ou outro erro, caso aconteça, basta reiniciar a partir do primeiro comando das dependências. Agora basta escrever ./TEMPORIZA.sh e teclar enter que o programa vai ser executado!

Extra 1: Caso precise editar o arquivo de texto com a linha de comando, você pode editar facilmente o arquivo .sh usando o editor de textos nano, assim:
nano TEMPORIZA.sh
nano RESET.sh
Quando estiver dentro do editor e terminar de terminar de editar a linha de comando, aperte as teclas CTRL + X para salvar, em seguida o programa vai perguntar se deseja realmente salvar, digite Y e aperte enter, depois pergunta se deseja alterar o nome do arquivo, como não queremos, aperte enter.

Extra 2 (Graças ao LinuxDescomplicado): Caso vá executar o comando em uma sessão SSH, por meio do Putty, você pode usar o comando No hangup (Nohup), que é um utilitário de linha de comando que mantém em execução comandos do Linux mesmo depois de desconectar sessões remotas SSH. Como ele faz parte do GNU coreutils você não precisa instalá-lo. Ele vem pré-instalado em todas as distribuições Linux.

O uso é simples e fácil. Depois de entrar no seu sistema remoto via SSH, tudo o que você precisa fazer é:
nohup COMANDO AQUI &
No caso, vamos usar com o executavel da nossa linha de comando:
nohup ./TEMPORIZA.sh &
Onde, você antecede ao comando desejado (no caso wget) o utilitário nohup. No final do comando, você usa o ‘&’ para indicar que o processo será executado em segundo plano (background). Durante a execução do comando um arquivo chamado ‘nohup.out’ é criado. Ele contém os logs de execução do comando.

Observe que é preciso colocar o comando em background utilizando o “&” no fim do comando. Caso você esqueça de colocá-lo, então pode usar o conjunto de teclas “CTRL+Z” e depois executar “bg” que o programa vai pra background também – enquanto não executar o `bg` o programa vai ficar parado.

Pronto!! Agora, você pode sair da sessão SSH. O comando remoto continuará funcionando até concluir sua tarefa

Fique ligado em nossos canais de comunicação e até o próximo artigo do Mundo Informal!
Compartilhe esse artigo!
Marcus Vinicius
escreve para o Mundo Informal sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Seja livre para expor seu pensamento!

Se preferir, antes leia nossa política para comentários...
Atenção: Comentários "Anônimo" não serão publicados. Escolha "Nome/URL". Obrigado!