MASIGNCLEAN101

Nove dicas para liderar e motivar um time de desenvolvedores

Conheça formas para conduzir um time de programadores ao sucesso. Alguns pontos apresentados podem ser aplicados até fora da TI


Parabéns! Você acaba de ser designado para comandar seu primeiro time de projeto para desenvolvimento de software. Saiba que a diversão começa agora. Nesse momento, imagino que esteja pensando que, além das cadeiras, mesas, computadores e jarras de café, o que mais oferecer e saber para liderar com sucesso um time de programadores.

Para descobrir isso, a IT World EUA conversou com alguns profissionais experientes nesse campo de gestão para entender algumas dinâmicas que utilizam e que conselhos poderiam dar para alguém novo nessa tarefa. Muitas das dicas que eles passaram podem ser usadas para além das equipes de software.

Conheça os jogadores

Para extrair o máximo e aproveitar as habilidades de cada um, é preciso conhecer as pessoas. “Todo desenvolvedor trabalha de um jeito diferente, usa determinadas fórmulas que os tornam mais felizes e produtivos”, comenta Chris Albrecht, gerente técnico de projetos da Lullabot. “Como gestor de equipe, é preciso saber o que motiva cada membro da equipe e encorajá-los a seguirem por esses caminhos. Confie no trabalho e tenha certeza de que estão na posição certa para executarem a tarefa”.

Dan Sundell, que já atuou como diretor de desenvolvimento de aplicação na NPR Digital Services e atualmente lidera o time de programação na SimpliSafe, concorta. “Acredito que você precisa conhecer os jogadores que integram seu time da mesma forma que esses jogadores precisam conhecer uns aos outros”, corroborou.

Há todo estereótipo que programadores são profissionais introvertidos. É preciso encontrar pontos em comum para quebrar esse gelo e criar empatia. “Muitas vezes, a melhor maneira de conseguir isso é conversando sobre coisas diferentes do trabalho. Eu prefiro fazer isso durante uma rodada de cerveja”, ilustra Sundell. “Mas não trata-se de algo que funciona sempre e com todo mundo. Então, é sempre bom descobrir formas adequadas de fazer com que os membros do time se conheçam”, adverte.

Venda a missão

Além de construir um sistema, é importante que seu time compreenda os objetivos de negócio envolvidos naquela tarefa, aponta Gareth White, gestor de produtos técnicos da Ellation. “O time precisa comprar a visão por trás do produto. Sem isso, o resultado fica geralmente aquém do esperado. Isso significa que é preciso oferecer uma visão que as pessoas queiram comprar”, adiciona.

Sundell enfatiza a importância de comunicar os propósitos do trabalho. “As equipes precisam ter a visão clara sobre os rumos tomados pela companhia e como eles são importantes para que seja possível chegar lá!”, adicionou.

Mantenha os canais de comunicação abertos

Comunicação clara e franca é importante para todo time, mas principalmente em dias de proliferação de trabalhos individuais executados de forma remota. Albrecht, que trabalha em uma empresa com a mão de obra completamente distribuída, enfrenta desafios específicos sobre essa questão. “É fácil deixar de lado as interações pessoais com sua equipe em ambientes distribuídos”, afirma. “Não há o café ou o almoço em comum. Comunicação baseada em texto é um começo, mas estabelecer diálogos frente a frente é essencial, nem que seja por meio de vídeo”.

Blinde a equipe de distrações externas

Uma das tarefas mais importantes do líder de um grupo é atuar como um “refletor de bobagens”. “Gerentes precisam blindar os times das políticas corporativas e mantê-lo focado do que fazem melhor: construir coisas”, comenta White.

Claro, nem sempre é tão simples distinguir sobre o que proteger e o que compartilhar com a equipe. “Há uma linha tênue entre proteger a equipe de superiores hierárquicos e garantir que eles tenham uma visão sobre como o negócio realmente funciona”, afirma Sundell.

“Alguns desenvolvedores gostariam de saber sobre essas políticas e temas diversos enquanto outros não estão nem aí para esses temas”, pondera White. Compreender quem faz parte de cada um desses públicos é função do gestor.

Construa confiança

Como a maioria dos relacionamentos, a relação entre a equipe de desenvolvimento e seu líder deve ser construída sobre alicerces de confiança. “Esse é o ar que sua equipe deve respirar”, enfatiza Sansbury. A confiança precisa ser uma via de mão dupla. “Contrate pessoas em quem possa confiar. Em seguida, dê-lhes a sua confiança, criando um relacionamento de respeito”.

Sundell reforça que a honestidade é a chave para se conquistar a confiança. “E a melhor maneira de ganhar essa confiança não é encher as pessoas com bobagens e desculpas para erros cometidos”, adiciona.

Seja solidário

Os membros de sua equipe precisarão do seu apoio de inúmeras maneiras, além das puramente técnicas. “Qualquer um do time não deve ter medo de compartilhar suas ideias, mesmo que pareçam loucas ou estúpidas”, diz White. “Isso funciona como um vetor para a inovação real. As pessoas se alimentam e constroem coisas novas a partir da ideia coletiva”.

“Conheça os seus desenvolvedores, incentive suas forças individuais, esteja disponível e se envolva tanto quanto eles precisam de você”, sugere Albrecht. “Trate as pessoas como você gostaria de ser tratado”, afirma Sundell, para adicionar: “Seja empático. Não se trata apenas de uma engrenagem, mas uma equipe. Trate-os bem e eles vão corresponder”.

Ajude-os a avançarem na carreira

Praticamente todos profissionais tem a ambição de avançar na carreira. É importante que, como líder, você ajude nesse processo. “Comunique os caminhos para que isso ocorra de maneira clara para cada pessoa de seu time”, aconselha White. “As pessoas precisam saber o que esperar do futuro, especialmente se eles são jovens”.

Otimize as reuniões

Falando de reuniões, várias das pessoas ouvidas na reportagem reforçaram a importância de não se perder muito tempo preso em reuniões intermináveis e sem conclusão. Caso o time de programadores precise ser envolvido nessas discussões, que seja para tomar-lhes um tempo bem gasto. “Só chame todo o time para reuniões que realmente valem a pena. Poucas coisas irritam mais uma profissional do que reuniões inúteis”, dispara Sundell.

Cerveja grátis

Finalmente, entre as muitas maneiras possíveis maneiras de manter os desenvolvedores felizes, cerveja livre parece estar perto do topo da lista apontada pelos gestores ouvidos. "Cervejas grátis de sexta-feira dão a todos uma recompensa pequena (mas válida) pelo qual vão trabalhar”, comenta Sundell.

White concorda com o colega, mas com ressalvas. “É importante encontrar formas criativas de manter o time feliz e motivado. Uma cerveja, na sexta-feira, é ótimo de vez em quando – a menos que esteja liderando um time de abstêmios”.

Anotou as dicas? Perfeito. Agora é colocar em prática e extrair o máximo de produtividade e alegria. Boa sorte!

Fonte: Beta.computerworld.com.br
Compartilhe esse artigo!
Marcus Vinicius
escreve para o Mundo Informal sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Seja livre para expor seu pensamento!

Se preferir, antes, leia nossas regras para comentários...
(Atenção: Comentários "Anônimo" não serão publicados. Escolha "Nome/URL". Obrigado!)
Bom comentário!