MASIGNCLEAN101

Fundador da Amazon é eleito pior chefe do mundo

Foto: Divulgação

Jeff Bezos ganhou um título não muito agradável nessa quinta-feira, 22. Durante o 3º congresso da Confederação Internacional de Sindicatos (CSI), o fundador da Amazon foi eleito pior chefe do mundo.

O evento, que ocorre em Berlim, na Alemanha, conta com mais de 1,5 mil representantes de 161 países e, pela internet, contou com votos de mais de 20 mil pessoas para escolher os piores comandantes das indústrias.

Em partes, Bezos ficou no topo por tratar seus funcionários como se fossem robôs, segundo Sharan Burrow, secretária-geral da CSI. “A empresa não esconde que em poucos anos eles substituirão os trabalhadores por robôs”, diz ela, em comunicado.

Para a secretária, “Jeff Bezos representa a desumanidade dos empregadores que promovem o modelo corporativo norte-americano”. Sua empresa estaria “na vanguarda” no que se refere a golpes de evasão fiscal e condições de trabalho difíceis.

Entre os problemas estaria o fato de que os empregados de estoque são obrigados a andar 24 km por dia, o que faz com que ambulâncias estejam presentes regularmente do lado de fora da empresa para recolher trabalhadores.

Além disso, Sharan afirma que os empregados da Amazon são forçados a usar um bracelete que monitora todos os seus movimentos e vivem uma “cultura de assédio moral”, pois são repreendidos até se param para conversar ou para “recuperar o fôlego”.

Outros chefes foram citados, como Rupert Murdoch, da News Corp., C. Douglas McMillon, do Walmart, e Jmie Dimon, do JP Morgan.

Fonte: Olhardigital
Compartilhe esse artigo!
Marcus Vinicius
escreve para o Mundo Informal sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Seja livre para expor seu pensamento!

Se preferir, antes leia nossa política para comentários...
Atenção: Comentários "Anônimo" não serão publicados. Escolha "Nome/URL". Obrigado!